Ainda não há comentários

Comissão aprova proposta que cria Semana Nacional de Prevenção e Tratamento da Microcefalia

A Comissão de Seguridade Social e Família aprovou por unanimidade, nesta quarta-feira (27), o substitutivo ao PL 6429/2016, que institui a Semana Nacional de Prevenção e Tratamento da Microcefalia. A proposta foi relatada por Diego Garcia (PHS-PR).

Dentre os objetivos da semana, estão a realização de atividades para profissionais e para a população em geral; discussão de avanços científicos; o incentivo à realização de pré-natal, quando as condições que podem prejudicar o feto puderem ser identificadas e tratadas; campanhas para redução do consumo drogas ou para uso de repelentes.

Diego Garcia destaca que a epidemia de infecção por Zika vírus e suas consequências, em especial a microcefalia em recém-nascidos, ainda está a assombrar a população brasileira e mundial. “O quadro devastador afetou a vida de centenas de crianças e famílias. O que levou a gerar grande demanda por estruturas capazes de prover estimulação precoce e reabilitação a crianças, bem como o suporte às famílias”, afirma.

O colegiado também aprovou o apensado PL 7429/2017, que define o dia 4 de dezembro como o Dia Nacional de Prevenção e Tratamento da Microcefalia. A data representa a formação do grupo “Mães de Anjos Unidas”, que reúne, atualmente, mais de mil mães de crianças com microcefalia.

A proposta segue agora para análise na Comissão de Constituição e Justiça.

Publicar um comentário