Ainda não há comentários

CJC aprova proposta que institui Carlópolis a Capital Nacional da Goiaba de Mesa

O município é o maior produtor de goiabas do Estado do Paraná e um dos maiores do Brasil

Mais um passo para Carlópolis se tornar a Capital Nacional da goiba de mesa: A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou por unanimidade, nesta quinta-feira (24), o projeto de lei 8061/2017 do deputado federal Diego Garcia (Podemos-PR), que confere ao município de Carlópolis o título de Capital Nacional da Goiaba de Mesa. Agora, a matéria segue para o Senado Federal para apreciação.

Diego Garcia explica que apresentou o PL para valorizar a produção da goiaba no município e dar maior divulgação pelo importante trabalho realizado pelos agricultores da região. “Por meio da concessão do título de Capital Nacional da Goiaba a Carlópolis, um dos maiores produtores da fruta no país, queremos alcançar uma maior divulgação desse alimento e o aumento da sua produção, atraindo investimentos que impulsionarão a geração de empregos no setor e a consequente consolidação da atividade”, destaca.

A proposta foi uma sugestão do prefeito Hiroshi Kubo e da Associação dos Olericultores e Fruticultores de Carlópolis (APC Frutas) ao parlamentar.

Histórico e reconhecimento

Hoje, Carlópolis é o maior produtor de goiabas do Estado do Paraná e um dos maiores do Brasil. Segundo a Emater local, 390 hectares são usados para o cultivo de goiaba. Em condições normais de clima, o potencial de produção é de 23 mil toneladas por ano. Além disso, em 2016, a goiaba de Carlópolis recebeu o Selo de Indicação Geográfica do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) em reconhecimento à qualidade da fruta produzida na região.

Em 1976, foram iniciados os primeiros plantios de goiaba em Carlópolis, introduzidos pelos imigrantes japoneses.  A partir da orientação do Dr. Machima, engenheiro agrônomo da Cooperativa Agrícola de Cotia, e com o apoio do Instituto Agronômico do Paraná, na figura do Dr. Kishino, fornecedor das primeiras sementes de goiaba.

Publicar um comentário